Síndrome do Intestino Irritável

Ao contrário do que muito imaginam, a síndrome do intestino irritável (SII) não é uma doença infeccional do intestino. O termo “síndrome” é usado por se referir a um conjunto de sintomas, como sensação de estufamento, distensão, diarreia e/ou prisão de ventre, cólicas e dores abdominais. Não se conhece as causas da síndrome, mas sabe-se que podem estar relacionadas a causas psicológicas.

As maiores vítimas da síndrome do intestino irritável são as mulheres e o mal costuma se manifestar entre os 20 e 30 anos. Os sintomas são bastante parecidos com os de doenças gastrointestinais, como a diverticulite, apendicite, retocolite ulcerativa e a doença de Crohn. Por isso, o diagnóstico requer exames que excluam a possibilidade de patologias mais graves e interpretação dos sintomas relatados ao médico.

Alguns sintomas estão associados ao agravamento dos sintomas, tais como:

  • consumo de trigo, centeio, cevada, chocolate, laticínios, álcool e bebidas que contém cafeina;
  • uso de medicamentos;
  • distensão por causa da presença de gás no cólon;
  • estresse e conflitos emocionais;
  • ingestão de grandes quantidades de alimento.

Tratamento

A alimentação pode ser uma boa forma de controlar os sintomas da síndrome do intestino irritável. Como ficou claro na lista acima, alguns alimentos podem agravar as manifestações da doença. Por outro lado, outros itens alimentícios podem aumentar o conforto de quem sofre com a síndrome.

Síndrome do Intestino Irritável

SII: sintomas e tratamento

Devem ser excluídos da dieta:

  • chocolates;
  • frituras;
  • refrigerantes;
  • derivados do leite;
  • café;
  • bebidas calóricas.

Podem controlar os sintomas:

  • alimentos ricos em fibras, como, frutas, vegetais, cereais integrais;
  • carboidratos, como massas, arroz e pães;
  • ingestão de 6 a 8 copos de água por dia.

O ideal é relatar a alimentação diária ao médico que acompanha o caso e solicitar uma indicação de dieta alimentar equilibrada e adequada para as características de cada uma.

Hortelã

Pesquisas recentes mostraram que a hortelã pode reduzir consideravelmente os sintomas da SII, principalmente as cãibras e a diarreia. A planta ativa um canal anti-dor no cólon, reduzindo a inflamação do trato gastrointestinal. Por isso, o consumo de chá de hortelã antes das refeições pode ser uma excelente alternativa para quem sofre com os sintomas da doença.

Por Mila Silva nas categorias Saúde. Tags: , , , , , , , , , , , ,

Relacionados

Comentários (2)

  • Graça Bibi disse em 11/04/2012 às 23:13:

    È ÒTIMO SABER DISTO..SOU LOUCA COM CAFÈ E TUDO QUE NAO PODE

  • Vil Guima disse em 12/07/2013 às 16:29:

    bom saber, tenho q mudar minha dieta

  • Deixe seu comentário sobre "Síndrome do Intestino Irritável"