Alimentos para a Memória

No corre-corre da vida atual, nem sempre conseguimos nos lembrar de tudo o que precisamos. Não é incomum a memória falhar. De repente, nos esquecemos de coisas simples, como a senha do banco ou onde guardamos a chave. Isso acontece porque, ao longo do tempo, os radicais livres danificam as células cerebrais, causando uma diminuição na produção de energia. Com isso, a atuação dos neurônios fica prejudicada, comprometendo nosso funcionamento mental. Dessa forma, é comum que com o passar dos anos nossa memória se torne cada vez mais falha.

A exposição aos radicais livres também pode destruir completamente os neurônios, causando doenças como o Alzheimer e o Parkinson, além de outras doenças degenerativas do cérebro. Mas como melhorar nossas funções cerebrais? Algumas pesquisas mostram que uma alimentação equilibrada pode ajudar consideravelmente as funções cognitivas e prevenir essas doenças degenerativas.Segundo esses estudos, existem alimentos amigos do cérebro.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), mostrou que alguns alimentos podem melhorar as conexões entre células nervosas, enquanto outros podem causar lesões ao neurônios. A carne, por exemplo, estimulam a produção de substância tóxicas para os neurônios. Já a gema de ovo, estimula a atividade cerebral e o funcionamento da memória. Por isso, os cuidados com a alimentação são essenciais não só para a memória, como para evitar doenças neurológicas.

Para auxiliar na sua escolha do que comer, preparamos uma lista como os principais alimentos amigos da memória.

Alimentos para a Memória

Alimentos que são Melhores que Lembretes

Ovo

O ovo é rico em colina, uma substância que auxilia na formação de novos neurônios e na reparação de células danificadas. Além disso, a colina serve como matéria-prima para a acetilcolina, um neurotransmissor essencial para o aprendizado e a memória. Em uma gema, podemos encontrar cerca de 130 grama de colina.

Peixes

Os peixes de água fria, como o salmão, a sardinha, o atum e anchova, são fonte de ácidos graxos, do tipo ômega 3. Essas substância tem função antioxidante, ou seja, protegem as célular contra a ação dos radicais livres. Além disso, o ômega 3 protege a membrana dos neurônios, facilitando a comunicação entre eles.

Maçã

A maçã é uma das principais fontes de fisetina, um composto que ajuda o amadurecimento das células nervosas, estimulando o funcionamento da memória.

Frutas Vermelhas

Frutas como mirtilo, ameixa preta, amora, framboesa, morango, cereja, e uvas vermelhas, são ricas em flavonoides. Os flavonoides tem importante função antioxidante e protegem os neurônios, beneficiando a memória e o aprendizado.

Cereais integrais

Grão como aveia, arroz integral e cevada são importante fonte de vitaminas do complexo B, como o ácido fólico e a vitamina B6. Essas vitaminas colaboram para a troca de informações entre os neurônios, ajudando a melhorar a memória.

Oleaginosas

As castanhas, nozes, amêndoas, avelãs e o amendoim são fonte de vitamina E e selênio, que também atuam como antioxidantes naturais.

Por Mila Silva nas categorias Saúde. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Relacionados

Deixe seu comentário sobre "Alimentos para a Memória"