Alimentos diet e light

Basta dar uma olhada nos rótulos de produtos em supermercados para perceber a grande quantidade de produtos diet e light. Essas mercadorias são procuradas principalmente por pessoas que desejam emagrecer, acreditando que esses produtos são menos calóricos. Mas será que funciona assim? E você, sabe a diferença entre alimentos diet e light?

Para escolher bem os alimentos que consome, é preciso conhecer essa diferença. Apesar da grande oferta de produtos, a maior parte das pessoas não sabe quando optar pelo light ou pelo diet. Por isso, é importante ler atentamente o rótulo das mercadorias antes de levá-los para a casa. Além das informações nutricionais, os rótulos informam sobre o tipo de produto e forma de consumi-lo.

Diet, light ou zero

Diet ou Light?

Diferença entre alimentos diet e light

Em termos de qualidade nutricional, um produto não é melhor que o outro. O que varia na hora de escolher entre o diet, o light ou zero são as necessidades do consumidor. Isso quer dizer que a escolha depende do seu perfil e do que você espera de cada alimento.

Alimentos diet

Os alimentos do tipo diet são voltados para quem tem restrições alimentares bastante específicas. Isso porque o produto diet é isento de alguma substância, como glúten, açúcar, colesterol, sódio, entre outros.

Muitas pessoas confundem e acreditam que os produtos diet servem para emagrecer. No entanto, a expressão se refere a qualquer tipo de dieta restritiva e não apenas para as dietas de emagrecimento. Uma pessoa diabética, por exemplo, não pode ingerir açúcar. Nesse caso, ela deve procurar um alimento diet livre de açúcar. O mesmo pode acontecer com celíacos e pessoas com colesterol alto.

Sendo assim, é importante observar os rótulos dos alimentos diet. É necessário que o rótulo informe qual substância foi suprimida para que o consumidor possa escolher o produto mais adequado para sua alimentação.

Alimentos light

Os alimentos light foram feitos especialmente para quem cuida da saúde. Nesse caso, não é necessário que se retire completamente uma substância da fórmula original, mas apenas que se reduza as quantidades. Determina-se que para um produto ser ligh precisa ter pelo menos 25% de redução em algum de seus componentes.

Se há um redução nas quantidades de gordura, açúcar e/ou calorias, esses produtos são mais recomendados para quem quer manter o peso ou emagrecer. Também é possível encontrar alimentos que sejam light e diet ao mesmo tempo. Assim, pode ser consumidos por quem possui restrições nutricionais específicas e também buscam mais qualidade de vida.

Alimentos zero

Recentemente, a indústria alimentícia investiu fortemente na publicidade dos produtos do tipo zero. O grande diferencial dos alimentos zero é que normalmente prometem ser mais saudáveis, sem grandes mudanças em relação ao sabor original. Muitas pessoas não gostam do produtos diet ou light por acharem que são menos gostosos. Pensando nesse público, as empresas do ramo de alimentos buscaram adaptar suas receitas para garantir um sabor melhor.

No entanto, não há uma grande diferença entre esses alimentos e os diet ou light. Nesse tipo de produto também há redução nas quantidades de alguma substância ou isenção das mesmas. Um refrigerante zero, por exemplo, pode ser isento de açúcar em sua fórmula e consumido por diabéticos.

Para evitar confusões, é preciso ficar de olho. Um alimento zero ou diet pode ser livre de açúcar, porém mais calórico que o produto original, devido as alterações na fórmula. É preciso lembrar também que esses alimentos não são recomendados para crianças, a não ser por orientação de um médico.

Por Mila Silva nas categorias Nutrição. Tags: , , , , , ,

Relacionados

Deixe seu comentário sobre "Alimentos diet e light"