Como Acabar com as Unhas Encravadas

O que caracteriza uma unha encravada é quando uma, ou as duas pontas se enterram na pele abaixo das cutículas, causando incômodo e muita dor, dependendo da gravidade e inflamação. Nesses casos, a pele impede o crescimento da unha, que penetra na pele, uma vez que não para de crescer. Isso facilita a inflamação.

Causas do Encravamento das Unhas

O encravamento geralmente é causado pelo hábito errado de cortar os cantos das unhas, o que leva à formação de ponta na extremidade cortada. Outros fatores como modelos de sapatos, os de bico finos por exemplo, podem causar o encravamento das unhas. Nas crianças recém nascidas também pode ocorrer devido ao hábito de macacões de pés fechados e apertados. Há ainda a possibilidade da genética.

Os dedos mais atingidos são os dos pés, principalmente os dedões que encravam principalmente os cantos. Inicia-se com um quadro de dor que progride, podendo ficar insuportável. A pele ao redor da unha fica inflamada, inchada e vermelha, chegando a eliminar pus e a formar carne esponjosa.

Unha Encravada

Dicas para Acabar com a Unha Encravada

Como Evitar que as Unhas Encravem

Algumas práticas simples evitam que as unhas possam se encravar:

  • Evite cortar os cantos das unhas, elas devem ser cortadas retas para que fiquem livres;
  • Não as corte muito curtas, de forma que fique uma pequena borda sobrando (aquela parte branca);
  • Se você sofre com o problema, a dica é evitar sapatos apertados, principalmente os de bico fino.

Tratamento das Unhas Encravadas

De acordo com a intensidade de cada caso, o tratamento pode variar, realizando desde o afastamento da pele inflamada por um chumaço de algodão, até procedimentos cirúrgicos, que removem o tecido inflamado, ou destroem a matriz da unha no canto onde encrava quando é necessário. A extração da unha deve ser evitada, pois, ao crescer, ela pode encravar novamente.

O procedimento cirúrgico busca a desobstrução a passagem da unha para que cresça livremente. Em caso de infecção secundária, pode ser necessário o uso de antibióticos externo, ou via oral. Quando ocorre o glanuloma piogêncico (carne esponjosa), a cauterização com substâncias químicas, ou a eletrocoagulção podem ser utilizadas.

O ideal é procurar um podólogo, ao invés de tentar resolver o problema em casa. Muitas pessoas ficam “cutucando” a unha para tentar desencravá-la, o que pode aumentar a inflamação. Importante: ao fazer as unhas com manicure peça que não desencrave e que evite cortar os cantos. Esse procedimento deve ser realizado em clínica especializada.

Por Mila Silva nas categorias Beleza. Tags: , , , , , , , , ,

Relacionados

Deixe seu comentário sobre "Como Acabar com as Unhas Encravadas"